Outra heroína em Cochabamba

bolivia[Província da Bolívia]  A montanha de Coronilla, em Cochabamba, é um lugar simbólico para a Bolívia. Em 1812, um grupo de mulheres resistiu às tropas espanholas durante a guerra pela independência. Elas se tornaram heroínas para a História.

Hoje, esta área central de Cochabamba se tornou um refúgio para pessoas sem teto e jovens drogados. Muitos deles inalam “clefa”, uma cola forte usada para sapatos. “Clefa” é também conhecida como “flight” (voo) por sua habilidade em provocar um estado de euforia seguido de grande fadiga, vertigem e visões. Frequentemente, ela causa a perda dos sentidos e da consciência.

Irmã Adelina Gurpegui Goigoechea nasceu há 65 anos em Berzibinzana, em Navarra. Ela é fisioterapeuta e enfermeira e trabalhou em hospitais em Valência, Pamplona e Teruel. Sua primeira missão fora da Espanha foi em centros de saúde no Haiti, onde ela trabalhou por quase 10 anos. Ela chegou à Bolívia em 1998 e, desde então, tem trabalho com os mais pobres, tendo sido, também, voluntária para ajudar em vários desastres naturais na Nicarágua e no Haiti.

Entre as várias honrarias que ela recebeu, está a medalha de Cavaleiro do Haiti, por seu trabalho na Cité Soleil, como também diversas outras medalhas da cidade e da prefeitura de Cochabamba pelo serviço aos doentes e deficientes.

Seus colaboradores e amigos a “rebatizaram”, afetuosamente, de Irmã Adrenalina por causa de sua energia. O lugarejo São Sebastião está aos pés da montanha Coronilla, a pequena montanha onde as heroínas de Cochabamba encontraram o exército real em 1812.

Um grande grupo de jovens viciados em cola vive aqui. Muitos deles vêm de famílias desestruturadas e passaram por grandes problemas em suas casas que os forçaram a viver nas ruas. Irmã Adelina se tornou a sua salvadora. Sempre ao seu lado, ela cuida de sua saúde e necessidades, escuta seus problemas e visita-os quando estão na prisão. Ela luta contra a indiferença e a exclusão social. Para os pobres em Cochabamba, Irmã Adelina se tornou uma verdadeira heroína do século XXI.

Autor: Programa Pueblo de Dios.

Fonte: Radio Televisión Española

 

Views: 1.838