O centenário da Província da Eslovénia das Filhas da Caridade

[Província da Eslovénia] Breve retrospeção na história da Província

 Deus pensou nisso para vós! (São Vicente) Deus também pensou nos apelos dos pobres, neste pequeno país, a Eslovênia, é Ele, que no século XIX chamou a jovem condessa Leopoldina Josépha Brandis, em Graz, Áustria, para serví-lo, como Filha da Caridade. Inspirada pelo Espírito Santo, ela trouxe suas irmãs para Liubliana em 1952; e, mais tarde, na Croácia. Muitas jovens se apresentaram, a Província conseguiu expandir suas obras para o bem de todos os pobres. Além disso, para cuidar dos doentes durante a noite, ela fundou uma nova comunidade, a das “Filhas dedicadas aos doentes”, hoje Congregação das Irmãs de Maria da Medalha Milagrosa.

Em 5 de Abril de 1919, após a Primeira Guerra Mundial, a Província da Iugoslávia foi fundada. Apesar das grandes dificuldades, o número de Irmãs aumentou na Província. Em 1920, os médicos sérvios pediram Irmãs por Belgrado. Então, nos anos seguintes, outras chegaram. Da mesma forma no Kosovo e na Macedônia. Através de sua presença altruísta, elas se tornaram parte da história como aqueles que construíram pontes entre as igrejas católica e ortodoxa.

No final da Segunda Guerra Mundial, a Província contava com mais de 1.200 Irmãs. O novo regime comunista da Eslovênia queria impedir que todas as freiras trabalhassem em hospitais e instituições de ensino nos anos 1945-1948. Gradualmente as Filhas da Caridade foram demitidas, começando com aquelas que estavam engajadas na educação. Em 8 de Março de 1948, as últimas irmãs (em número de 300) foram demitidas de todas as instituições e seus lares.

Cerca de cinquenta irmãs foram presas sob acusações falsas. Muitas irmãs foram para a Sérvia, Kosovo e Macedônia, onde a Providência as preparara com antecedência para abrigo e emprego. Nestes países, o regime comunista era menos rígido. Alguns anos depois, as irmãs da Eslovênia se reuniram em pequenas comunidades. A casa provincial foi transferida para Belgrado e também para o Seminário. As postulantes vieram então da Croácia, Kosovo e Macedônia.

Os acontecimentos de 1991 provocaram novas mudanças na Província. A maioria das Irmãs, assim como a Casa Provincial e o Seminário, retornaram à Eslovênia. As mudanças políticas e sociais na Albânia atingiram duramente o país, e as Filhas da Caridade chegaram no ano de 1992. Assim, em 4 de Abril de 2000, apoiado pela Província da Eslovênia, nasceu a Região da Albânia, incluindo o Kosovo e o Albânia.

Celebração do centenário

Em 5 de abril de 2019, celebrou-se o centenário da Província. A celebração solene aconteceu no dia 27 de abril, em Celje, na Casa e Igreja de São José, administrada pela Congregação da Missão. A celebração reuniu as Filhas da Caridade da Província e Região, os Padres Lazaristas, os membros da Família Vicentina e nossos amigos.

A solenidade começou com a adoração do Santíssimo Sacramento, seguida da acolhida das novas Filhas da Caridade.

A história da vida da Província foi exposta. O Padre Geral resumiu os ricos anos da Província e nos estimulou para o futuro: “O futuro está diante de nós. Jesus continua sendo nosso primeiro e único amor. Tudo é para ele. A Santíssima Virgem vos mostrará os caminhos para os mais pobres, para o povo da periferia “.

A missa de Ação de Graçasfoi presidida à tarde pelo cardeal Dom Franc Rode, na presença do superior geral, padre Tomaž Mavrič, arcebispos, bispos, sacerdotes lazaristas e outros sacerdotes. Colaborar com as Filhas da Caridade. Foi o cume do dia, uma grande ação de graças por esta Província, celebrando 100 anos de existência.

Filhas da Caridade
Província de Eslovênia

Views: 1.427