Alegria Natalina de Encontro de celebrar juntos

[Província do Caribe, Haiti] O Haiti é uma pequena segunda parte ocidental das ilhas do arquipélago das Grandes Antilhas e, ao mesmo tempo, o país mais pobre do hemisfério ocidental.

Os haitianos são muito religiosos. Eles cantam e dançam lindamente durante a celebração litúrgica. Eles vêm à igreja vestidos de maneira festiva e rezam com todo o coração a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, que é a Patrona do Haiti, repetindo muitas vezes a invocação: “Mãe Maria nunca perde a luta”.

Existem 5 comunidades das Filhas da Caridade de São Vicente de Paulo no Haiti. Uma delas é a Missão da Mãe de Deus da Medalha Milagrosa, onde está localizado o Centro de Saúde e Cantina para os Idosos Pobres.

Como parte das celebrações de Natal, as Irmãs da Missão de Nossa Senhora da Medalha Milagrosa organizaram reuniões de Natal para os idosos pobres. Na sexta-feira, 21 de Dezembro, as Irmãs organizaram um jantar de Natal para aqueles que estão sob seus cuidados na Cantina. Naquele dia todos vieram vestidos de forma festiva. As pessoas que não podiam lavar ou se vestir em casa, a irmã Natalie, responsável pela cantina, ajudou-lhes a lavá-las e vestiu-os de roupas novas e limpas. Como de costume, sentaram-se em suas cadeiras brancas de plástico e confortáveis no pátio em frente à lanchonete para cantar, dançar e tocar instrumentos musicais, muitas vezes feitos por eles mesmos. A irmã Natalie, através de uma breve conversa e mostrando uma grande e bela pintura retratando o Natal com os arcos dos Pastores e dos Magos, apresentou-os em uma atmosfera festiva.

Essas pessoas pobres realmente merecem um respeito especial de nossa parte. Eles geralmente crescem em condições muito difíceis, e agora, na velhice em vez de respeito, enfrentam diariamente miséria. Na maioria das vezes eles não têm nada, literalmente nada, porque na verdade, não há cuidados sociais aqui, nem uma pensão nem uma anuidade vitalícia. Nem casa nem dinheiro nem família. Aqui, no entanto, na cantina de Santa Catarina Laboure, as Irmãs criaram um asilo especial para elas, onde se sentem seguras e amadas, onde podem comer duas refeições por dia, incluindo uma quente. Juntamente com outras pessoas que estão na mesma situação que elas, elas podem criar um substituto para uma casa real, elas podem ajudar umas às outras, se alegrar juntas, cantar e dançar. Depois de entrar no clima festivo, todos se sentaram à mesa, onde puderam comer o quanto quisessem e no final comeram um delicioso bolo com creme. Para os haitianos, o Natal é sempre associado à música e dança e comida boa e saudável. Devo admitir que eles sabem celebrar!

Dois dias antes eles também tiveram um encontro com o Padre Oblato da nossa Igreja paroquial, que os visita regularmente, dando-lhes a catequese. Desta vez, ele apresentou-lhes o tema do Natal. Alguns dos idosos da cantina não são crentes, alguns também são protestantes e muitos já aderiram à religião voodoo misturada com o cristianismo. Na cantina a bondade mútua e o bom coração da irmã Natalia une a todos e não faz diferença alguma entre eles.

 

No final da reunião, todos receberam grandes embalagens de comida com bons votos de “Feliz Natal”!

Ir. Weronika Wagner, Haiti

Views: 205