Primeira Rodada de Negociações antes da Conferência sobre Desenvolvimento Sustentável

Irmã Germaine Price, representante da Companhia das Filhas da Caridade nas Nações Unidas, partilha a notícia abaixo vinda da ONU em Nova Iorque:

No final de janeiro, delegados das agências das Nações Unidas, estados-membros e várias organizações da sociedade civil se reuniram para três dias de deliberações sobre o projeto do documento final da Conferência da ONU sobre desenvolvimento sustentável, que acontecerá na cidade brasileira do Rio de Janeiro, em junho.

“É encorajador que o projeto inicial seja visto como um ponto de partida para as negociações,” disse Sha Zukang, a Secretária-Geral da Conferência da ONU sobre Desenvolvimento Sustentável (Rio+20), no final das discussões na sede da ONU. “Precisaremos manter um ritmo acelerado se quisermos concluir as negociações em tempo hábil. Temos que apresentar aos líderes mundiais e aos povos de todo o mundo, um resultado que fará diferença em nosso compromisso conjunto para alcançar um futuro sustentável – um futuro como todos nós queremos”. Esta rodada informal foi a primeira de quatro outras sessões de negociações que acontecerão em março, abril/maio e em junho, na sessão preparatória a Rio+20, de 20-22 de junho.

O sr. Sha disse que os governos devem tornar o projeto ambicioso, orientado para ação e garantir sua realização. “Não podemos sair do Rio, voltar para casa e, no dia seguinte, esquecer nossos compromissos,” ele disse, acrescentando que deve constar no documento final um mecanismo para garantir o prazo de realização dos compromissos. Ele pediu “decisões que mostrem ao mundo que estamos falando sério, mas não do jeito que costumamos fazer”. O projeto inicial foi condensado a partir de mais de 6.000 páginas de propostas dos estados-membros, de organizações internacionais e grupos da sociedade civil num processo aberto, transparente e inclusivo durante meses. Baseado em três dias de comentários e sugestões, o Sr. Sha apresentou uma breve lista de “deveres” para a Rio+20.

“Objetivos para o Desenvolvimento Sustentável (SDGs), ele disse, podem ser uma das contribuições mais importantes da Rio+20. No mínimo, para 2015,os SDGs devem ser definidos com um prazo específico e uma direção clara para a construção de economias verdes apropriadas às circunstâncias nacionais.

Para maiores informações sobre as Filhas da Caridade na ONU: www.cmdcngo.org

Views: 883