Encontro de Irmãs que se preparampara emitir os Votos pela 1ª vez“Dadas a Deus para o serviço de Cristo nos Pobres”

[Províncias de Espanha] (1-6 de Agosto de 2019)  Agosto finalmente chegou! Todos os nervos, ilusões e sonhos se tornam realidade. Com tudo isso na mala, chegamos a Soria, uma bela cidade de Castilla-León, onde a Comunidade da Escola “Sagrado Coração” nos esperava de braços abertos.

Com o desejo de dar vida ao conselho de tantas irmãs: “aproveite ao máximo”, “deixe-se encharcar”, “desta vez não se repete”, “aproveite seu momento” … chegamos a Soria. Este primeiro dia foi um tempo para conhecer, compartilhar, relembrar histórias de nossos inícios e das Irmãs que nos acompanharam durante esse processo …

Apreciamos juntas, a cultura, a tradição e culinária desta terra; andamos pelas ruas, nos apaixonamos pela paisagem ao pé do rio Douro, fomos surpreendidas pela beleza do Hermitage de San Saturio e ganhamos para sempre a pizza “Sorianita”, prometemos voltar! O som de sinos dos conventos próximos de Clarissas e Carmelitas, marcaram o início de nosso curso de preparação para a emissão dos votos pela primeira vez.

O Padre Corpus vai-nos introduzindo no tema que começa da convicção mais profunda que devemos ter:   A Regra das Filhas da Caridade é Cristo, Ele é o centro de nossa vida e vocação daí a necessidadede “voltar sempre ao Evangelho” (DIA).

Este slideshow necessita de JavaScript.

Aprofundamos a identidade jurídico-canónica da Companhia na Igreja mas sobretudo mergulhamos na identidade carismática-teológica de nossa vocação como Filhas da Caridade, vimos como nosso voto específico de serviço a Cristo nos Pobres é aquele que dá “cunho especial” ao nosso modo de viver a prática dos Conselhos Evangélicos de castidade, pobreza e obediência. Ficou muito claro para nós quais são as características dos Votos das Filhas da Caridade e que as Constituições coletam muito bem como a Companhia as entende em fidelidade aos seus Fundadores.

No último dia, à tarde, juntou-se a nós, irmã Eva Sáez, para dar o seu testemunho de como foi evoluindo na sua vida a vivencia dos conselhos Evangélicos. Ouvi-lo foi voltar no tempo e nos colocar de volta no “inícios dos inícios”.Essa radicalidade, que as vezes é chamada por alguns de loucura, de não querer o mesmo que todos… de enfrentarmos a meios que nem sequer sabíamos que existiam, de deixar atrás “coisas” que parecem fundamentais mas que pouco a pouco, com o tempo, espaço e pessoas que te vão  acompanhando, vão ocupando seu lugar e fazendo que cresçamos. Dar-se conta de que serão muitas as vezes em que teremos que recordar o porquê e para quê estamos aquiem quê colocamos e em quê “invertemos” forças, tempo… e outras tantas, que nos darão a oportunidade de dar cor aos dias mais dias mais cinzentos e sempre temos a certeza de que não fazemos a estrada sozinhas. Ao terminar a sua intervenção, nos convidou a partilhar as experiências, momentos chaves, incertezas… terminamos a tarde com uma oração de ação de graças.

Para terminar esses dias, as irmãs nos deram um dia de recreação. Momento de encontro, união, criar laços ainda mais fortes, se possível, curtir, compartilhar, viver … Mais uma vez fomos mostrados que as aparências enganam … Grande terra Soria, e grandes pessoas com quem pudemos descobri-las!

Não podemos deixar de agradecer … o Senhor não se deixa vencer em generosidade!. A Companhia, por oferecer e nos proporcionar esses momentos de crescimento e aprofundamento. Às irmãs que nos acompanharam, dizer-lhes … que fizeram destes dias algo inesquecível. Às nossas Comunidades, por tornar possível vivermos algo assim … onde estávamos, vós também estáveis.

Só nos resta expressar que as expectativas eram maiores, mas podemos dizer que, eles foram superados !!

Irmãs participantes

Views: 917