Gratidão a Nossa Senhora da Medalha Milagrosa

2[Província San Vincenzo – Itália] A senhorita Rosanna Rossi deseja expressar publicamente seu testemunho e sua gratidão a Nossa Senhora da Medalha Milagrosa pela graça recebida através da sua intercessão. A Capela a qual ela se refere está localizada em Grosseto (Itália) e foi construída em 1936 pela Irmã Servente da Comunidade de Filhas da Caridade que estava lá, naquela época. A Capela é aberta ao público e visitada por pessoas que honram e rezam fielmente, com particular devoção a Santíssima Virgem.

“Obrigada, Santíssima Virgem da Medalha Milagrosa! Finalmente, após 42 anos, estou escrevendo meu agradecimento pela graça especial recebida em 19 de novembro de 1972. Devido a um grave acidente, eu poderia ter morrido ou pior, eu poderia estar numa cadeira de rodas, dando muito trabalho ao meu pai e à minha mãe. A Virgem me socorreu. Naquela ocasião, como sempre, eu estava carregando comigo uma medalha que salvou a mim e a três outras pessoas que estavam no carro.

Os desígnios de Deus são imperscrutáveis e apenas a Santíssima Virgem os conhece. Pertenço às Filhas de Maria e fui consagrada a ela quando eu tinha 16 anos, então, sinto-me um instrumento em suas mãos. Posso ver sua intervenção durante toda a minha vida: a Virgem Maria levou-me a engajar-me no ensino da literatura a pré-adolescentes, na catequese de Iniciação Cristã e em tudo mais que ela quis. A Santíssima Virgem me acolheu quando eu era pequena numa escola de educação infantil das Filhas da Caridade, especialmente através da Irmã Pia Campolungo, minha professora, que me ensinou a rezar na Capela da Medalha Milagrosa, perto do Instituto onde eu frequentava a escola. Esta proximidade com a capela me acompanhou durante toda a minha vida, até hoje.

Imediatamente após meu terrível acidente, por sugestão de uma Filha da Caridade, Irmã Felicita Marchetti, Irmã Servente do Instituto, eu quis apresentar meu agradecimento pela graça recebida, doando um vitral para a capela no qual está representada a Virgem com o globo em suas mãos, protegendo o mundo inteiro e cada pessoa em particular. É um testemunho simples que faz as pessoas refletirem. Contudo, isto não é suficiente porque o Papa Francisco ensinou que nós temos que dizer “obrigada” à Mãe do céu não apenas pelas grandes coisas, mas também pelas pequenas graças diárias.

Obrigada, novamente, Virgem da Medalha Milagrosa pelas graças derramadas e por aquelas que ainda quer nos conceder”.

Uma Filha da Caridade da Comunidade de Grosseto

Views: 1.631