Dia Missionário da Mulher Consagrada, USMI Diocese de Sassari, Sardenha

[Província da Sardenha] A Irmã Anna Anedda, FC, delegada diocesana na União dos Superiores Maiores em Itália (USMI), propôs que a celebração do Dia Missionário das Irmãs de 2019 fosse realizada na Capela da Casa Santa Luísa das Filhas da Caridade. Há muitas Irmãs que, devido à sua idade ou doença, já não realizam qualquer “serviço”, mas permanecem em “serviço”, em missão, no coração da Igreja com a oração, a oferta dos seus sofrimentos e o seu amor pela humanidade, como Santa Teresa de Lisieux.

Na sua homilia, o Padre Franco Granata, do Convento Carmelita de Sassari, que presidiu à celebração eucarística, salientou que nada pode deter aqueles que continuam a amar, nem a idade, nem a doença, nem um ambiente hostil. A Eucaristia foi concelebrada pelo Reitor do Seminário, pelo Director do Centro Vocacional Diocesano e pelo Padre José do Convento de Santa Maria; estiveram representadas quase todas as congregações religiosas da cidade, em particular a Madre Adriana Reis Miranda, Superiora Geral das Irmãs Pias Educadoras de São João Evangelista de Sassari e a Madre Maria Scalas das Irmãs do Getsémani, também de Sassari.

Hoje, a profissão religiosa não exige uma mudança de nome como no passado; homens e mulheres consagrados mantêm o nome que receberam no baptismo, que é o primeiro verdadeiro apelo. A missão nasce na pia batismal. Batizado e enviado como todos os cristãos. Enviadas não necessariamente para terras distantes, mas para onde a obediência as envia, como nos ensina a padroeira das missões. Durante a adoração diante do Santíssimo Sacramento, que se seguiu após à celebração eucarística, e antes de o Padre Ilario Bianchi concluir a oração com a bênção, foram oferecidas cinco velas para representar as expectativas, esperanças, alegrias e sofrimentos dos povos dos cinco continentes.

Um mundo de rápidas mudanças, como este, precisa da luz e do calor do Evangelho que pode ser abraçado em cada momento por todos os crentes. Através do amor, cada canto da terra pode ser alcançado imediatamente, mesmo a aldeia mais remota de Madagáscar, Brasil ou Índia. Foi o que fez a pequena Teresa, que compreendeu que “no coração da Igreja, minha mãe, eu serei amor e serei tudo”.

Dom Antonino Canu

Views: 1.182