Novos Mártires da Companhia e da Família Vicentina na Espanha

martires espanol 21[Espanha] Na quinta-feira dia 1 de Dezembro, o Papa Francisco reconheceu o “martírio” de 21 espanhóis que foram assassinados durante a Guerra Civil Espanhola (1936-1939), que serão beatificados.Estes 21 Espanhois fazem parte do que se chama de “processo de Valência”, ou seja, para a causa de beatificação apresentada pela Diocese de Valência, que começou  à 5 de Maio de 1960 sob a presidência do então arcebispo Marcelino Olaechea Loizaga. A maioria destes 21 mártires pertencem à Família Vicentina.

Aparece como  primeiro padre Vicente Queralt Lloret, padre da Congregação da Missão (Missionário Vicentino), nascido em Barcelona em 1894 ,foi capturado e assassinado em 30 de Novembro de 1936. E também seguiram-lhe  seis companheiros da Congregação  da missão e aparece duas Filhas da Caridade, Irmã Toribia e Ir Dorinda Marticorena Sola Rodriguez Sotelo, sete leigos da Associação dos filhos de Maria da Medalha Milagrosa (seis de Cartagena e um de Valência) e cinco sacerdotes diocesanos.

A declaração de martírio desses testemunhos de fé é uma proposta modelo para o nosso caminho de fé e um convite para tomâ-los como intercessores.

Tirado dos misionerospaules.org

Views: 969