Vicentinos de Espanha – Quem somos, de onde viemos, Para onde vamos…

[Espanha] Assim começa a música como também a nossa aventura. Somos um grupo de peregrinos formados pelas Filhas da Caridade, Padres vicentinos e jovens, um total de 21 pessoas. Viemos de toda a Espanha reunidos pelo Espírito Santo e com um vínculo ao carisma vicentino. E fomos para as periferias, os nossos subúrbios, para as áreas recônditas onde a sociedade não se lembra delas, mas onde Deus está muito presente. Não sabemos o que encontraremos no caminho, mas estamos confiantes de que o Espírito Santo irá mover-nos e acompanhar. É um lugar ideal para celebrar os 400 anos do nosso carisma, um momento ideal para nos sentir estrangeiros, de nos aproximar ao calvário que tantos imigrantes passam, apesar de estarmos bem conscientes de que não nos aproximamos o suficiente. Esperamos de ser testemunhas em nossas comunidades e contribuir com nosso pequeño grão de areia  para que nossas Comunidades sejam mais acolhedoras e tolerantes com os forasteiros.

PASSO 1.
Centro El Pino. Projecto Esperança (Sevilha)
Olha, sorri, esperança …

Nos arredores de Sevilha, 5 hectares acolhem um amálgama de histórias difíceis, mas esperançosas. No centro do Pino acolhem menores imigrantes aos que ajudam a formar-se e a inserir-se no mundo laboral. Se sentam diante de nós e nervosos mas decididos nos fazem partícipes das suas histórias, juntos percorremos por um momento seus caminhos. Nos transferimos nesse 15 de setembro em que pisaram a terra prometida,  a essas 8 horas percorrendo a montanha, nesses 3 dias à deriva em pleno de Janeiro. Apesar do que possa parecer não há caras largas, nem choros, mas sorrisos e muita ânsia para viver. Descobrimos que mesmo que altere os nomes e os rostos, as histórias se repetem uma e outra vez.

De volta para a casa provincial nossa cabeça segue nessas histórias tão duras. Nós pensávamos que seria um dia suave, mas rapidamente descobrimos que, nesses 15 dias não haverá nada siimples. Encontraremos testemunhos que nos falam sobre a realidade do Emigrante.

À tarde, fomos convidados a ser aeroportos cheios de vida, com decolagem contínua, sem medo de voar para as periferias. Dia intenso, cheio de vida e com muita ânsia naquilo que o Espírito Santo nos tem reservado para os días seguintes. Não vai ser fácil, mas contamos com a vossa sua oração.

Views: 380