Província Espanha-Sul junta-se ao África do Norte

Union ES-NA 21c[Provincia Espanha-Sul] Hoje estamos em festa. Nossa Província se torna maior. Nossos braços se extendem e nossa visão se enriquece”. Estas palavras ressoaram com força e com júbilo na Casa Provincial das Filhas da Caridade de Espanha Sul, em Sevilha, no domingo 29 de Novembro. Uma data que passará aos anais da Companhia das Filhas da Caridade como um dia histórico e inesqueccível. Porque,além de ser aniversário da fundação das Filhas da Caridade, foi a união da Provincia de Espanha Sul com a Provincia de África do Norte.

Union ES-NA 19c

Union ES-NA 18c

Houve uma representaçãon oficial e especial: o Superior Geral da Congregação da Missão e da Companhia das Filhas da Caridade, Pe. Gregory Gay; a Superiora Geral das Filhas da Caridade, irmã Kathleen Appler; a Assistente Geral,irmã Françoise Petit; a Conselheira Geral, irmã Carmen Pérez; o Director Geral das Filhas da Caridade, Pe. Bernard Schoepfer; o anterior Director Provincial de África do Norte (e agora elegido Visitador da nova Província de França da Congregação da Missão), P. Christian Mauvais; o Director Provincial das Filhas da Caridade de Espanha Sul, Pe. José María López Maside; o Visitador dos missionários vicentinos da Provincia de Salamanca, Pe. Juan de la Rosa; todas as Visitadoras das Filhas da Caridade de Espanha; a Visitadora de Portugal; o Superior da Comunidade dos vicentinos de Sevilha, calle Pagés do Corro, Pe. Eblerino Díez Llamazares; alguns  missionários vicentinos mais… e,claro, ir. Edwige Liferamary Visitadora de África do Norte e irmã Mª Pilar Rendón, Visitadora de Espanha Sul e protagonista principal deste acontecimento.

Foi um acontecimento gozoso. Assim se constatou pelo ambiente de hospitalidade, de alegría, de “encontro”, de verdadeira fraternidade, de “sentir-se cada assistente como em sua própria casa”. Se a cativante canção de batida diz “Sevilha tem uma cor especial…), . ”, No domingo passado, esta parte da Sevilha vicentina teve uma cor muito clara e específica de entusiasmo  compartilhado, de fé convencida e de esperança reluzente. Foi um acontecimento multitudinário, “extraordinario”. Foi atestado pela fé de mais de quatrocentas irmãs que se reuniram. irmãs vindas de toda Andalucía, de Extremadura, das Ilhas Canárias, de Madrid, de Marrocos e, claro, de África do Norte: Arglia, Túnisia e Mauritânia. Foi também um acontecimento muito bem preparado, perfeitamente organizado e bellamente apresentado. As celebraçõess, a música, os textos, os gestos, a infra-estructura fundamental (alojamento, tudo estava preparado e organizado com um grande creatividade.

Union ES-NA 15c

O acontecimiento de desenvolvimento das partes. A primera, teve lugar no sábado día 28 com um curso `as irmãs Serventes da Provincia Espanha Sul e a todas as irmãs da Província de África do Norte. Un curso dado pelo Pe. Celestino Fernández, C. M. e que tratou sobre “o compromiso das Filhas da Caridade no mundo e na Igreja de hoje”.

Uma reportagem fotográfica está disponível em :
https://t.co/nvUWUofstC

A segunda parte començou já esse sábado 28, ao anoitecer, com uma vigília de oração preparatória do dia seguinte. E teve seu cúlmino no domingo 29 com o acto oficial e solene da união das duas Províncias. Este acto foi presidido pelo Superior Geral, a Superiora Geral, a Visitadora de Espanha Sul e o Director Provincial. E consistiu fundamentalmente nuna alocução de irmã Mª Pilar Rendón, Visitadora de Espana Sul, outra alocução contudo da Visitadora de África Norte, irmã Edwige Liferamary,e a intervenção da Superiora Geral, irmã Kathleen Appler. Tudo foi completado com a entrega pública do selo da Província de África do Norte á Superiora Geral.

Union ES-NA 23c

A Eucaristia, presidida pelo Superior geral, Pe. Gregory Gay, colocou o fecho de ouro para este acto de união das duas Províncias. Uma Eucaristia calma, tranquila, participativa, alegre, criativa, cheia de música e colorida. Uma Eucaristia onde já não havia duas Provincias, senão uma só: Espanha Sul. A comida no centro desportivo do Colégio vizinho da Casa Provincial encerrou este día grandioso. Era tudo um espectáculo ver o centro desportivo cheio até ao topo, com quase quinhentos refeições, e com um ambiente inesquecível, com música e dança de “sevillanas” incluida. Alguém me comentava: “Isto só pode ocorrer em Sevilha”. . Certamente, posso dar testemunho disso.

Celestino Fernández, C. M.

[Texto e imagens a partir do site da CM-Madrid: misionerospaules.org]
Views: 2.457