O Dia Internacional da Paz

Irmã Germaine Price, representante da Companhia das Filhas da Caridade nas Nações Unidas, partilha a notícia abaixo vinda da ONU em Nova Iorque:

[ONG-ONU] O Dia Internacional da Paz acontece todos os anos em 21 de setembro. O tema deste ano é: “Paz Sustentável para um Futuro Sustentável”. Em 13 de junho, o Secretário-Geral da ONU iniciou a contagem regressiva (100 dias) para 21 de setembro, convidando os combatentes ao redor do mundo a abaixarem suas armas e tentarem encontrar soluções pacíficas para seus conflitos.

Apenas dois dias depois, foi lançado o Índice da Paz Global, que organiza num ranking 158 países em termos do grau de paz existente. De acordo com este índice, o mundo se tornou, ligeiramente, mais pacífico no último ano (http://www.visionofhumanity.org/gpi-data/). O relatório relaciona a paz à prosperidade. “Se conseguíssemos reduzir a violência em apenas 25%, o mundo economizaria 2,25 trilhões de dólares”, disse Michael Shank, Vice-Presidente do Instituto de Economia e Paz, no lançamento do relatório.

Apesar de alguns relatórios falarem que a paz global está crescendo, somos lembrados diariamente do custo da guerra e do conflito em termos de vidas humanas, destruição ambiental e devastação material. É difícil avaliar o custo físico e moral da guerra e do conflito armado não apenas no presente, mas também para as futuras gerações. As causas da violência entre os países e dentro deles são complexas, ainda que todos tenham a capacidade de promover a paz. Toda pessoa pode contribuir para um mundo mais pacífico através de atos cotidianos de paz.

Com tanta atenção concentrada na Rio+20, é claro que não podemos esperar um futuro sustentável se nosso mundo não estiver em paz. Conflito armado e guerra tiram das pessoas a oportunidade de trabalhar para erradicar a pobreza e avançar na equidade social. Sem um ambiente social seguro e estável, é quase impossível criar empregos, assegurar serviços essenciais, comida, água e serviço sanitário, educação e cuidados básicos de saúde para todos os cidadãos do mundo. Em suma, grandes grupos de pessoas têm o seu futuro roubado.

Desde a sua criação, em 1982, o “Dia da Paz” tem marcado nosso progresso pessoal e planetário em direção à paz. Ele, agora, inclui milhões de pessoas em todas as partes do mundo. O Dia Internacional da Paz é também um Dia de Cessar-Fogo – tanto político quanto pessoal. Na contagem regressiva para 21 de setembro, vamos também aproveitar a oportunidade para promover a paz todos os dias em nossos relacionamentos e para realizar ações de paz em nosso cotidiano? Pequenas ou grandes, tais ações impactam nosso mundo e os maiores conflitos de nossa época. Vamos nos ajudar a manter a paz em nossas casas, em nossa vizinhança, em nosso país e em nosso mundo.  

Para maiores informações sobre as Filhas da Caridade na ONU: http://www.cmdcngo.org/

Views: 963