O direito das crianças libaneses à educação e à paz

[ONG-ONU] Irmã Germaine Price, representante da Companhia das Filhas da Caridade nas Nações Unidas, partilha a notícia abaixo vinda da ONU em Genebra:

Foi organizada, pelas Irmãs Salesianas de Genebra, uma formação sobre « Direito das crianças libanesas à educação e à paz” para Irmãs. Como esta formação foi oferecida à congregações religiosas que têm Irmãs no Líbano, eu transmiti a proposta à Irmã Evelyne e Irmã Claude Abi-Rizk, diretora do complexo escolar de Ajaltoun-Kesserwan, foi enviada para participar.

Esta formação, de 5 a 14 de março de 2012, teve duas partes :

  • teórica, com as Irmãs Salesianas, para conhecer os diferentes mecanismos das Nações Unidas: o papel do Conselho dos Direitos Humanos e, sobretudo, o Exame Periódico Universal que permite às Irmãs das Províncias informarem sobre a situação real dos pobres e expressar suas aspirações para uma melhora.
  • prática, assistindo às sessões do Conselho dos Direitos Humanos, aos vários eventos paralelos organizados por ONGs e às sessões de formação.

Ao mesmo tempo, nossas comunidades de Genebra, Cornaux e Friburgo aproveitaram a presença de Irmã Claude para conhecer o trabalho de nossas Irmãs no Líbano: situação, dificuldades, mas, sobretudo sua audácia para ensinar, educar e ajudar no crescimento das crianças.

Irmã Claude mesmo irá explicar estes dias de formação:

Primeiro, agradeço a Companhia por ter me dado esta oportunidade rara de ter contato com esta organização mundial e, em especial, de me familiarizar com sua ação em favor do homem e de sua dignidade, baseada nos seus direitos inalienáveis. Agradeço, também, às Irmãs que pude encontrar, a acolhida fraterna que me ofereceram.

I – O que eu compreendi :

  • Há uma relação entre os diferentes mecanismos nomeados abaixo.
  • O Conselho dos Direitos Humanos se reúne em caráter excepcional quando há uma crise num país com atentados aos direitos dos cidadãos (por exemplo, guerras que provocam migrações no país, falta de alimento, de água, de cuidados de saúde, problemas de habitação, insegurança e perigo de vida, extrema pobreza…). Importância de se reunir para tentar enfrentar a situação e ajudar os povos em dificuldades.
  • Escutando a intervenção das ONGs que descreviam exatamente a situação dos Pobres, entendi que nós também, Filhas da Caridade, não devemos ter medo de dizer e descrever a experiência dolorosa dos pobres. Devemos procurar nos aproximar do escritório dos Direitos Humanos em nossos diferentes países.

II – O que eu mais gostei :

  • Saber que a Companhia tem representação na ONU tanto em Nova Iorque quanto em Genebra.
  • Compreendi melhor a importância da internacionalidade que dá uma abertura aos sofrimentos dos pobres e tem a ver com minha vocação de serva dos Pobres, por saber que temos Irmãs neste e naquele país onde vemos miséria. O Eco da Companhia nos transmite as mensagens de Irmãs que estão longe, mas estar em pleno centro do Conselho dos Direitos Humanos, na presença de todos os países, para procurar soluções é bem diferente.

III – O que posso colocar em prática :

Durante a formação, recebemos o título de “Defensores dos direitos humanos”, podemos desenvolver esta missão em diferentes aspectos:

  • ensinar os direitos humanos na língua materna de nossos alunos;
  • ensinar às crianças a se defenderem a partir do conhecimento dos seus direitos;
  • responder positivamente quando a Companhia pedir para descrever uma situação concreta e estar pronta para responder a todas as questões do Exame Periódico Universal e suas várias comissões (crianças, mulheres, discriminação racial, pessoas com necessidades especiais, …);
  • colaborar com o Escritório dos Direitos Humanos em nosso país.

Esta experiência me abriu novos horizontes para o futuro e significou um apelo para que eu me aproxime mais dos esforços em vista da paz no mundo e da missão da Companhia em nossa Província.

Irmã Claude ABI-RIZK

Enviado por Irmã Monique Javouhey, representante da Companhia das Filhas da Caridade na ONU para os Direitos Humanos.

Para maiores informações sobre as Filhas da Caridade na ONU: www.cmdcngo.org

Views: 1.079