loader image

NOSSA HISTÓRIA

Amor e serviço para transformar vidas

Das origens modestas… até o reconhecimento internacional, graças à dedicação perseverante das Irmãs às pessoas necessitadas.

O INÍCIO

O Espírito Santo atua nos nossos corações

A Companhia das Filhas da Caridade nasceu de forma muito discreta, como acontecem com as obras de Deus. Para abrir este caminho, o Espírito de Deus tocou os corações de Vicente de Paulo, de Luísa de Marillac e de Margarida Naseau.

Desde a sua infância, Vicente de Paulo viu a pobreza material e espiritual das pessoas pobres do campo. Em 1617, em Châtillon les Dombes, o encontro com uma família em extrema necessidade leva-o a reunir senhoras da burguesia local e a fundar, com elas, as “Confrarias da Caridade”. O seu objetivo era organizar a ajuda material e o apoio espiritual para que os pobres pudessem assumir o controle das suas vidas e viver com dignidade.
Luísa de Marillac conheceu desde a infância a falta de afeto na sua família e foi sempre sensível às dificuldades dos outros. A pedido do Padre Vicente, ela visitou as primeiras “Confrarias da Caridade”. Ela realizou essa missão com amor, coragem e disponibilidade. Sua capacidade de organização foi uma grande ajuda.

Vicente e Luísa logo perceberam que as senhoras das Confrarias viviam uma grande tensão entre seus ideais de serviço e as restrições sociais. Às vezes, elas enviavam suas próprias empregadas para levar alimentos e roupas às pessoas necessitadas. Mas, este serviço não lhes convinha; faziam-no por obrigação, não por amor!
As barreiras sociais eram um verdadeiro obstáculo: Seria necessário renunciar ao serviço dos pobres?

A Providência observava e o seu nome era Margarida Naseau! uma camponesa de 34 anos. Tinha aprendido a ler sozinha e era a professora das crianças de sua aldeia. Ela queria servir a Deus e, tendo ouvido falar do Padre Vicente e de sua ação, vai a Paris em 1630 para oferecer-lhe seus serviços. Ele a confiou a Luísa de Marillac, que descobriu nela as qualidades de uma verdadeira serva. Outras camponesas humildes juntaram-se a ela.

As dificuldades encontradas pelas senhoras foram resolvidas graças a estas jovens, que eram pobres. O serviço dos pobres pôde continuar.

Três vidas que, humanamente falando, poderiam ter sido separadas, mas que Deus uniu para dar origem à Companhia das Filhas da Caridade, em 29 de novembro de 1633.

Viajamos no tempo

Suscitar amor e esperança

São Vicente nos ensinou que a nossa vida é um serviço constante e nos convidou a uma confiança contínua na Divina Providência.

Ao ler a história da Companhia, constatamos que as Irmãs, desde muito cedo, manifestaram o desejo de confirmar o seu compromisso através dos votos.
Emitimos quatro votos: serviço dos pobres, castidade, pobreza e obediência. Estes são votos anuais, sempre renováveis, de acordo com as nossas Constituições e Estatutos e reconhecidos pela Igreja.
Desde as origens, respondemos ao apelo dos nossos irmãos e irmãs que sofrem. Servimos os pobres doentes a domicílio e nos hospitais, os galerianos, os soldados feridos, as pessoas idosas, os doentes mentais. Cuidamos dos órfãos e educamos as meninas nas pequenas escolas.

Até hoje

Nos quatro cantos do mundo

A missão Ad Gentes está no coração da nossa vocação. As Irmãs que se sentem chamadas estão disponíveis para ir a qualquer parte, onde quer que sejam enviadas.

A Companhia tornou-se rapidamente internacional. Convictas de que a Caridade de Cristo não conhece fronteiras, os nossos Fundadores enviaram Irmãs para a Polônia. Hoje, estamos presentes em 97 países e esforçamo-nos para responder com criatividade e audácia aos apelos da Igreja e dos nossos irmãos e irmãs em dificuldade, respeitando as diferentes culturas.

Somos atualmente 11.937 Irmãs, das quais 742 estão em formação. Estamos organizadas em 47 Províncias e uma Região.

Fiéis ao exemplo e aos ensinamentos dos nossos Fundadores, continuamos a manifestar amor e compaixão a todas as pessoas que precisam.

Mais informações

Quem somos?

Servas dos pobres que vivem em Comunidade

Espiritualidade

Chamadas por Deus a uma vida de oração e de serviço aos mais necessitados

Presença

Onde há vidas cuja dignidade seja violada

Fontes de inspiração

Santos e Bem-Aventurados das Filhas da Caridade e da Família Vicentina